10 Dicas para impulsionar sua página no Facebook

Share on facebook
Share on email
Share on twitter
Share on whatsapp

Impulsionar sua página é uma das acções que todo empreendedor virtual deve considerar, além de ter muito cuidado com isso, por ser uma acção paga.

Seja nas redes sociais, em “blogs” ou em links patrocinados; é vital para a empresa “online” que tenha este tipo divulgação. Uma vez que primeiramente deverá ser divulgada para dar força a sua marca e depois para outras conversões seja para “leads”, vendas ou outras acções pontuais.

Para ajudar a quem está a começar separamos algumas dicas para que a sua marca ganhe mais força, fique conhecida e seja querida pelos seus seguidores, portanto, anúncios de impulsionamento no Facebook serão o foco da nossa conversa. Vamos lá?

 

1 – O que promover para impulsionar sua página?

Para quem vai iniciar as negociações com apenas a sua fan page, seu social ou ecommerce, sem ajuda de blog ou site institucional, a fan page é onde todo relacionamento vai começar, por isso optimizar a sua página é a recomendação número 1. Porém, se por algum erro você tiver criado mais do que uma fan page no Facebook, e isto acontece com frequência no primeiro impulso, é melhor alterná-las, assim você consegue se focar em apenas uma delas. Depois, então é primordial fazer as seguintes acções: deixar sua capa e avatar com a cara do seu negócio, lembre-se é sua página e não seu perfil pessoal. Para isso insira cores complementares ao do seu logótipo ou identidade visual; coloque seus contactos e preencha todos os itens que pedem na aba “Sobre”. Isto também ajuda os buscadores na hora de uma pesquisa no Google, por exemplo.

O seu conteúdo diz tudo e sim ele continua sendo o rei forever. Faça publicações de relevância, seja interessante e não coloque apenas seus produtos, isso é chato! Imagine a seguinte situação: você está assistindo a um programa de televisão e do nada começam a passar anúncios repetidas vezes. Você não iria gostar, não é? Seu cliente também não. Então seja mais esperto e foque em conteúdo, pode ser links de notícias, imagens e vídeos interessantes, mêmes, histórias e cases, mas cuidado, sempre falando do seu nicho, nada de fugir do assunto. Você pode afugentar a clientela.

Crie relacionamentos e exponha-os. Por exemplo, se você enviou seus produtos para alguém, peça foto aos seus clientes com a chegada destes produtos e uma recomendação, dê cupons para novas compras ou negocie o frete grátis. Assim as pessoas além de contribuir, com certeza vão fazer outras transacções.

Geralmente para criar conteúdo leva um determinado tempo, aconselhamos no mínimo duas semanas de conteúdo para começar o seu impulsionamento, bem ou mal precisa existir um conteúdo para alimentar os novos leads (contactos). Seleccione muito bem esses conteúdos e dê prioridade aos que tem ou tiveram mais polêmicas ou engajamento (curtidas, partilhas ou comentários). Se você não conseguir criar um conteúdo novo, não há problemas em compartilhar conteúdos de outras páginas. Mas faça isso com parcimónia.

2 – Vamos ao impulsionamento?

1 O conceito:

Primeiramente vamos entender porque devemos impulsionar a sua página e qual é o verdadeiro propósito. O Facebook é muito bacana em ceder uma página e divulgar organicamente suas pastagens, mas o que ele ganha com isso? Simples, você cria a página, insere o conteúdo e espera… espera mesmo! Porque senão impulsionar, o seu público jamais saberá, bom pelo menos não todos, apenas 2% da sua audiência activa, ou seja, quem curtiu e interage com a sua página.

Para isso serve o impulsionar na sua página. Mesmo que você publique de maneira orgânica (sem pagar) só vai ser entregue se você promover o seu conteúdo ou fan page, de outra forma, nada feito. Bom, até aí tudo bem, eu crio, eu público eu impulsiono então eu espero… espera mesmo novamente! Os anúncios em redes sociais tendem a ser bem diferente do que nos links patrocinados, porque o propósito das redes sociais é criar relacionamento, por isso, talvez seja a melhor maneira de angariar leads e não vender imediatamente. Se você está interessado neste tipo de acção, está anunciando no canal errado. Aqui você cativa e cria relacionamentos, recomendações, impulsionar é o tipo de acção que fideliza o cliente. Isso não é nada ruim, apenas o retorno não é quantitativo e imediato, mas pode ter certeza que ganha na qualidade. Neste quesito a paciência é o limite do sucesso.

2 Para quem vai?

Quando estiver realizando o seu primeiro impulsionamento, segmente seu público para outros que não sejam os que curtiram a sua página ou os amigos deles. Utilize acções como o lookalike. Faça a acção para um público novo, afinal quem curtiu já está com você!

Segmente seu público por faixa etária, género, preferências e local. Sei que fica complicado com apenas duas semanas de conteúdo entender qual a melhor faixa etária e género, mas o Facebook Audience Insight vai te ajudar. Nele você vai encontrar fãs, pessoas alcançadas e pessoas envolvidas. Veja os números e crie anúncios para o seu tipo de segmento. Para quem está começando, fazer um impulsionamento mais amplo pode funcionar, mas com valores menores.

Mas atenção, se você já impulsionou alguma vez, reveja os números desses anúncios e entenda qual é o melhor público para retornar a impulsionar na sua página.

3 – Interesses? Sim, mas alguns.

O interesse também é um item muito importante. Por isso, antes de fazer seus anúncios: papel, lapiseira e vamos responder algumas perguntas, como, por exemplo: quem é meu público-alvo? Se eu comprasse meu produto, por que motivo seria? Qual é o meu interesse? Quem compraria e porquê? Quem levaria vantagens com ele? Enfim, todos os questionamentos que levem ao interesse real de uma pessoa adquiri-lo. Depois de respondido este questionário, procure por esses interesses quando for realizar seu anúncio, é claro em ordem crescente de interesses.

Se quiser, poderá fazer em seus testes A/B outras versões também voltada para este quesito.

O mesmo se aplica para os outros segmentos de público. Essas versões podem dar trabalho, mas somente assim você vai conseguir definir o seu público para converter melhor e mais barato.

4 – Imagens é o que realmente fica!

No caso do impulsionamento também! Você tem até 6 imagens para inserir no anúncio; pode criar um com slides, com vídeos, enfim com o que achar mais bonito, apelativo, persuasivo e relevante para o público definido. Leve isso em consideração. Mulheres tendem a gostar mais de luz, cores e letras arredondadas; gostam de promoções e parcelas fixas; homens são mais directos, gostam de cores sóbrias, arestas, letras em destaques e preços, sempre coloque preços. A palavra negociação, é com eles mesmo!

Dica: Nada de poluição visual, se tiver muitas opções de produtos faça vários posts e publique várias versões como teste. No caso da página insira dois ou três em cada versão de imagem. Não force a barra.

Dica 2: Nada como dar uma espiadinha na concorrência. Anote tudo e o que não gostar, faça melhor.

Dica 3: Cuidado com os 20% de textos nas imagens, o Facebook ainda está de olho. Veja mais aqui

5 – Frequência ajuda na audiência

Frequência é a palavra-chave nas redes sociais, é como se você tivesse que ligar todos os dias para sua amiga, sua irmã, sua mãe, só para botar o papo em dia. É bem isso. Sendo assim, publique de maneira orgânica com certa frequência, para alimentar a demanda e anuncie mantendo esta frequência, você pode e deve mudar suas estratégias, mas nunca deixar de anunciar no Facebook! Lembre-se quem é visto é porque impulsiona sua página.

6 – CTA (Call to action) sempre!

Cuide da Chamada para acção ou CTA. Eles podem fazer diferença e de uma forma inconsciente funcionam. Por isso aqui também valem testes A/B, seja directo e mostre o benefício. Se prometer algum retorno na conversão, cumpra com a promessa. Existem vários formatos e incluem a opção de inserção de link, que pode ser para uma landing ou sua loja, por exemplo. Aproveite todas as opções, quanto mais, melhor!

7 – Posts Patrocinados

Outra maneira de promover é com as suas publicações, mas existem diferenças. Por exemplo, o público a quem você destinou essa publicação ou promoção, nem sempre será o mesmo do impulsionamento da sua página. O tempo da publicação do anúncio deverá respeitar o tempo de validade da promoção, pois, de nada adianta ficar impulsionando uma promoção que já acabou. Lembre-se sempre cumpra o que promete.

Além disso, são sazonais para certas promoções, acontecimentos ou ocasiões. O valor vai depender do tamanho da acção. Assim como todos os elementos que o constituem.

8 – Política de publicidade, conheça seus efeitos

Muitas vezes e sem prévio conhecimento fazemos uma publicação e pelo retorno entendemos que podemos promover, mas nem sempre é possível. O Facebook assim como todas as mídias ou canais, tem suas políticas de publicidade para seus anúncios e publicações. Por isso fique sempre de olho antes de fazer alguma estratégia que vai comer o seu tempo e não poderá ser promovida. Fique de olho e veja o que pode e não pode aqui.

9 – Outras redes sociais

Outro segredo é ajudar o seu anúncio divulgando em outras redes sociais ou canais diferentes, embora directamente não afecte o desempenho do seu impulsionamento. Por isso, divulgue no maior número de lugares que conseguir, seja no On ou no Off line. Acções compartilhadas dão bastante resultados e trazem a chamada conversão assistida, ou seja, pode não ser directa, mas funciona mais cedo ou mais tarde.

10 – Monitoramento, fique de olho!

Por fim não se esqueça de monitorizar o andamento do seu anúncio, verifique, por exemplo quais imagens estão sendo mais clicadas, visualizadas e converteram mais. Se for o caso, edite seu anúncio e faça modificações ou mude a sua campanha de tempos em tempos, assim não só o seu desempenho fica em alta, como você consegue ter uma expertise maior e fazer novas campanhas renderem mais.

Impulsionar sempre é muito bom, mesmo para quem já tem um número legal de curtidas, nunca está demais reforçar os algoritmos de entrega de publicações orgânicas. Além disso, gerar novos leads indirectamente pode angariar novos resultados, novas oportunidades.

É sempre o melhor começo para quem está crescendo e uma certeza para quem já está no Facebook. Por isso, anuncie e apareça!

Ler também: SETE TIPOS DE LOGOTIPO: QUAL ESCOLHER?

Beethoven Wanga

Beethoven Wanga

Deixe o seu comentário

Sobre nós

A TraceCommunication foi fundada em 2014. Apresenta-se como uma agência de Comunicação digital, Marketing e Design e Produção de materiais de comunicação, especializada na prestação de serviços de comunicação empresarial.

Seguir

Vídeo da semana